Praias do Rio param para admirar uma baleia e seu filhote

Uma baleia e seu filhote passearam hoje de manhã pela orla da zona sul do Rio. A dupla foi vista primeiro em São Conrado e, em seguida, em Ipanema. Como os animais ficaram a cerca de 40 metros da areia, banhistas e surfistas puderam chegar bem perto deles. As baleias atraíram a atenção também de quem passava pela Avenida Niemeyer. Os motoristas pararam os carros para admirá-las e provocaram um pequeno engarrafamento. Para evitar que as baleias se machucassem, os bombeiros afastaram uma rede de pesca que havia sido lançada ao mar. Os animais são da espécie franca-do-sul e medem entre 18 e 20 metros (mãe) e oito metros (filhote), segundo informou o comandante das Atividades Especializadas do Corpo de Bombeiros, coronel Marco Aurélio Silva. Silva disse que elas são as mesmas avistadas anteontem em Saquarema, na Região dos Lagos. O coronel Silva ficou indignado com banhistas que tentaram encostar e até subir no dorso das baleias. ?Elas não reagiram porque são muito dóceis, mas a mãe poderia ter machucado algum banhista no instinto de defender o filhote, e, se isso acontecesse, culpariam os bombeiros?, disse o comandante. ?Tenho mais medo da ação do homem do que de elas encalharem.?

Agencia Estado,

16 Outubro 2003 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.