PR: protesto contra governo federal critica imprensa

Cerca de mil pessoas, segundo a organização - 400, conforme policiais na área - participaram no início da tarde deste sábado, em Curitiba (PR), de uma manifestação contra o governo do PT e as denúncias de corrupção que vêm atingindo a Petrobras. Com gritos de "Fora PT", algumas pessoas chegaram a pedir a saída da recém-eleita presidente Dilma Rousseff. O grupo, que marcou o protesto pelas redes sociais no país inteiro, como parte da comemoração pelo dia da República, se concentrou na Praça Rui Barbosa e caminhou pelas ruas centrais da cidade até a sede do jornal Gazeta do Povo, onde protestou contra a imprensa.

JULIO CESAR LIMA, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2014 | 19h47

A maioria dos manifestantes usava verde-amarelo e havia uma grande variedade na faixa etária. A movimentação ocorreu no momento em que havia um show ao ar livre da cantora Elza Soares, dentro da Corrente Cultural que acontece em Curitiba.

Um dos manifestantes era o jornalista Alvaro Divardin. Segundo ele, o principal neste momento é o país ter uma oposição forte para fiscalizar o governo federal. "Porque eu acredito no estado democrático. E nesse momento é importante um movimento de oposição forte para fiscalizar e cobrar aqueles que venceram a eleição. Não acredito num possível impeachment, nosso momento histórico não admite isso e nem intervenção militar. Mas vou defender com entusiasmo a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa", disse.

Durante a caminhada, motoristas apoiavam o protesto com buzinaços - mesmo em frente à Santa Casa de Misericórdia - e em seguida, com carro de som, o manifesto ganhou mais força. Muitos criticaram a política nacional, mas elogiaram a ação da Polícia Federal na ação Lava Jato. Criticaram também o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por causa da suspeita de fraudes nas eleições.

Tudo o que sabemos sobre:
ParanáprotestosPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.