PR proíbe entrada de animais do RS

A Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná proibiu hoje a entrada de animais vivos e carne com osso do Rio Grande do Sul suscetíveis à contaminação pela febre aftosa. A medida decorre da confirmação clínica de aftosa em 11 animais em Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai.Além do reforço na barreira, a defesa animal sanitária paranaense vai intensificar a inspeção em todos os animais oriundos do Rio Grande do Sul nos últimos 30 dias. Eles serão avaliados semanalmente por veterinários oficiais. Até a criação da barreira sanitária, os animais que chegavam de propriedades gaúchas recebiam duas doses da vacina contra a doença. O trânsito só era permitido sete dias após completado o esquema de vacinação.Desde o começo do ano, mais de 1,6 mil animais do Rio Grande do Sul entraram no Paraná. O Paraná está no sétimo dia da primeira etapa da campanha de vacinação deste ano. "Isso nos coloca numa situação de tranqüilidade, mas nos leva a chamar a atenção dos criadores para que não deixem a vacinação de seu gado para a última hora", disse o secretário Antonio Poloni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.