PPS virou barriga de aluguel, diz Brizola

Se alguém ainda acreditava em reconciliação entre o PDT e o PPS do ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes, nesta quarta-feira, o presidente nacional pedetista, Leonel Brizola, encerrou qualquer possibilidade de acordo para as eleições presidenciais."O Britto pegou o PPS de barriga de aluguel", afirmou, referindo-se ao ex-governador do Rio Grande do Sul, que se filiou ao partido com outros dissidentes do PMDB."O PPS tem todo o direito de aceitá-lo, mas, nesse palanque, nós não subimos", assegurou. Segundo Brizola, o ex-governador é um caso especial, que deveria ter sido discutido com o PDT."Não é adesão de qualquer militante. O sr. Antônio Britto é um ex-governador, um homem polêmico; por si só, ele é muito maior, talvez, cem vezes maior do que o PPS."O principal motivo da discórdia são as privatizações que Britto promoveu no governo, vendendo as estatais criadas por Brizola na década de 60.De acordo com o líder pedetista, a única forma de aceitar a adesão do ex-governador seria se ele não concorresse, nem integrasse a aliança. "Não podíamos engolir Britto, a não ser em posição paralela, complementar, secundária", afirmou Brizola."Não temos cara de nos aliar com o sr. Britto, depois de tudo o que ele fez no governo do Rio Grande do Sul com os trabalhadores, os professores e a economia do Estado", afirmou.Também dissidente do PMDB, o senador José Fogaça (RS) oficializou nesta quarta-feira a filiação ao PPS, depois de ter sido preterido na disputa interna do PMDB pela presidência do Congresso.Admirador do presidente Fernando Henrique Cardoso, o gaúcho admitiu que poderá ter alguma divergência em relação a temas concretos com os novos colegas de bancada - o presidente nacional da agremiação, senador Roberto Freire (PE), e o líder do PPS no Senado, Paulo Hartung (ES) -, mas a considera "pequena, quase insignificante, quando comparada à proporção da outra contradição frontal, definitiva e irrecorrível que tinha com a direção nacional do PMDB".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.