PPS se reúne para discutir reforma da Previdência

A Executiva Nacional do PPS está reunida neste momento para discutir os termos da proposta da reforma da Previdência e a pressão do Judiciário contra a reforma. Segundo um dirigente do partido, até às 15h deverá ser aprovada uma resolução política com a posição do partido. As discussões iniciais possibilitaram ao partido firmar posição em relação a dois pontos: condenar a greve dos juízes, marcada para o período de 5 a 12 de agosto, e fazer um apelo ao governo federal para que não ceda às pressões contra as reformas. A direção do partido avalia que a reforma da Previdência já é ?tímida? e, portanto, o governo tem que resistir às tentativas de alterar sua proposta. Um dirigente comentou que o PPS tem consciência e compreensão das dificuldades para se avançar nas reformas, mas considera que o governo deve ser "mais radical" na defesa de suas propostas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.