PPS quer cassação de ACM

O presidente do PPS e o líder deste partido no Senado, senadores Roberto Freire (PE) e Paulo Hartung (ES), vão pedir à Mesa Diretora do Senado a abertura de um processo destinado à cassação do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), ex-presidente da casa, por falta de decoro parlamentar. "O ex-presidente do Senado violou a lei e, se o que ele fala for verdade, é uma total falta de escrúpulos, é um descalabro", disse Freire. Ele se referia à informação veiculada pela revista IstoÉ, segundo a qual Magalhães teria dito a procuradores da República no Distrito Federal, com os quais se encontrou na segunda-feira, que tinha em mãos uma lista com os votos secretos de cada senador no processo de cassação do ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF). Freire cobrou, ainda, do presidente Fernando Henrique Cardoso, que acione judicialmente ACM, que teria afirmado à revista IstoÉ que, se fosse quebrado o sigilo bancário do ex-secretário-geral da Presidência da República, Eduardo Jorge Caldas, relativo aos anos de 1994 e 1998, seriam encontrados indícios do envolvimento do próprio presidente em corrupção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.