PPS, PMN e PHS realizarão congresso para oficializar fusão

Os partidos PPS, PMN e PHS marcaram para o próximo dia 19 de novembro, em Brasília, o congresso extraordinário para oficializar a fusão das três legendas no novo partido Mobilização Democrática (MD). Segundo informou o site do PPS, serão aprovados no encontro o estatuto, o manifesto e o programa do novo partido, que deverá ser legalizado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o fim deste mês.O partido nascerá com 27 deputados federais, a sexta maior bancada da Câmara. Após a oficialização da fusão, a legenda terá o mesmo tempo de televisão dos outros partidos, segundo a legislação eleitoral. Serão 20 minutos semestrais de veiculação partidária e mais 40 minutos de inserções nos intervalos comerciais das redes de televisão. Nos Estados também estará garantido o mesmo tempo para a propaganda partidária estadual.Na quinta-feira, 9, os três partidos irão divulgar as propostas iniciais de estatuto, programa e manifesto da Mobilização Democrática. A Executiva Nacional do PPS já aprovou a fusão. Na véspera do congresso, no dia 18, PHS e PMN realizarão encontros para discutir a criação do novo partido."Nós estamos construindo um projeto para o País; ele está sendo discutido e será apresentado no próximo dia 19. Venho dizendo há muito tempo que há espaço no Brasil para o surgimento de uma nova alternativa política. É com essa perspectiva que nasce a Mobilização Democrática", afirmou o presidente do PPS, deputado Roberto Freire.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.