PPS não vai assinar pedido de CPI, diz Julio Delgado

A bancada do PPS na Câmara decidiu, em reunião que terminou por volta das 17h, não assinar o pedido de CPI para investigar o caso Waldomiro Diniz. O líder do partido, deputado Julio Delgado (MG), afirmou que a bancada entende que neste momento é desnecessário criar uma CPI. Ele destacou que a criação da mesma cabe mais à assembléia do Rio de Janeiro onde ocorreu o fato. "Se, durante as investigações, descobrirem fatos referente a este governo, aí sim tem que apurar", afirmou Julio Delgado. O deputado disse ainda que esta é uma posição da bancada.O líder do PPS também criticou, a exemplo de alguns petistas, a decisão da bancada do PT no Senado, de fazer uma CPI ampla para investigar financiamento de campanha de eleições passadas. "Não concordo com CPI para buscar fatos pregressos. Isso é moeda de troca suja. O parlamento não deve se prestar a isso", disse Delgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.