PPS e PT formalizam denúncia contra Jader

O PPS e o PT formalizaram, na Mesa do Senado, denúncia pedindo que o Conselho de Ética investigue o presidente da Casa, Jader Barbalho (PMDB-PA), acusado de envolvimento em casos de corrupção. O requerimento é assinado pelos senadores Paulo Hartung (PPS-ES), Heloísa Helena (PT-AL), Eduardo Suplicy (PT-SP), e José Eduardo Dutra (PT-SE) e pelo líder do PT na Câmara, Walter Pinheiro. Os parlamentares pedem que o senador Barbalho seja ouvido pelo Conselho de Ética, para esclarecer as denúncias, como também solicita providências e diligências necessárias para a apuração das acusações. O requerimento lembra que Barbalho afirmou em plenário, no dia 11 de junho passado, que o relatório final do Banco Central o excluía e que "apesar do esmero, do interesse dos agentes de fiscalização, não chegou a nenhum indício ou prova" que pudesse indiciá-lo. No mesmo requerimento, a oposição pede que o Ministério da Fazenda determine ao Banco Central o envio ao Senado de todos os relatórios de auditoria, inspeção e fiscalização do BC relativos às irregularidades ocorridas no Banpará no período de 1984/87, conforme solicitação já feita pelos partidos de oposição, e que está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.