PPS e PDT tentarão lançar candidato único à Presidência

PPS e PDT tentarão fechar um acordo para lançar candidatura única à Presidência da República. Com isso, buscam articular uma frente de esquerdas para fazer oposição ao PT e ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se contrapor à outra chapa, liderada pelo tucano Geraldo Alckmin.Como tanto o PPS - deputado Roberto Freire (PE) -, quanto o PDT - senador Cristovam Buarque (DF) -, têm pré-candidatos, os dois partidos buscarão um programa comum de governo antes de tomar a decisão sobre quem será cabeça de chapa e quem será vice. Em reunião realizada em São Paulo, Freire, que é presidente do PPS, e Carlos Lupi, presidente do PDT, concordaram que é preciso ter uma chapa única para melhorar o desempenho eleitoral dos dois partidos.As articulações pela candidatura única das esquerdas vêm sendo feitas também pelo PV. Na semana passada, Freire e Cristovam Buarque participaram de uma reunião convocada pelo PV. A senadora Heloisa Helena (AL), pré-candidata a presidente pelo PSOL, também estava presente. Mas será difícil a entrada dela na frente comandada pelo PPS e pelo PDT. É mais provável que o PSOL se una ao PSTU, pois ambos estão bem mais à esquerda que os demais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.