PPS critica em documento a política econômica de Lula

O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (PE), divulgou hoje documento contendo críticas à política econômica do governo. "O Brasil inteiro clama por uma nova agenda econômica", diz o texto encaminhado ontem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, que pertence ao partido. Segundo explicou Freire, o documento é o resultado de conversas com vários economistas e representa a concepção do PPS sobre a situação econômica. O documento considera "tímido" o corte de 0,5% na taxa básica de juros determinado pelo Banco Central, mas considera que a revisão das metas inflacionárias para 2004 e a meta fixada para 2005 "parece indicar o início de uma reorientação da política econômica". O PPS avalia que "a prudência pode até explicar a continuidade dos traços conservadores da política econômica de FHC nesses primeiros cinco meses de governo", mas diz temer, entretanto, que "para além da prudência, ela possa ser o resultado da falta de um programa de mudanças, de ousadia, de capitulação ao financismo que garroteia o esforço nacional de poupança para o desenvolvimento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.