PPS aprova documento com críticas ao governo Lula

O diretório nacional do PPS aprovou hoje documento no qual alerta que os conflitos internos do PT e as contradições da base de apoio ao Palácio do Planalto colaboram para limitar a capacidade de ação do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. A resolução do cúpula do partido faz críticas ainda ao governo que, segundo o documento, tem "revelado dubiedades" em questões estratégicas e em suas políticas setoriais, como o Programa Fome Zero.Na mesma linha das declarações dadas pelo ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, e pelo líder do PPS, deputado Roberto Freire (PE), na véspera, o documento acusa as reformas da Previdência e tributária de falta de profundidade e as considera apenas mais um ajuste caixa do governo. "A ausência de uma estratégia de reformas realimenta o choque de forças na sua base de sustentação e no seu interior. Esse choque de concepções manifesta-se nos debates sobre a reforma agrária, a reforma política, a reforma do judiciário, a política técnico-científica, os transgênicos, as relações com o mundo cultural, as agências reguladoras, os programas sociais. Nem mesmo o Programa Fome Zero e o marketing das empresas estatais estão livres desses embates, que envolvem até a cúpula governamental", diz a resolução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.