PPB repudia CPI da Corrupção

O presidente em exercício do PPB, deputado Pedro Corrêa (PE), distribuiu nesta terça-feira uma nota, manifestando seurepúdio à criação da CPI da Corrupção, alegando que "ela reflete apenas a intenção de partidos políticos de oposição de levar oPaís a um processo de ingovernabilidade, com reflexos extremamente negativos no processo de retomada do desenvolvimento e degeração de emprego".Ainda segundo Pedro Corrêa, "a revisão do processo de reforma do Estado brasileiro e da privatização dastelecomunicações, proposta pela chamada CPI, afeta a credibilidade do governo junto aos investidores nacionais e internacionais,com reflexos extremamente negativos nas negociações externas".No fim da nota, Corrêa apela "a todos os amigos do PPB e do Congresso para que não apóiem esta iniciativa dos partidos de oposição, por ser ela um ato de demagogia contrária aos interessesdo País".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.