PP vai reivindicar mais espaço no governo Lula

O líder do PP na Câmara, deputado Mário Negromonte (BA), afirmou que seu partido vai reivindicar mais espaço no governo no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Atualmente, o partido ocupa o Ministério das Cidades, mas tem ambição de aumentar a cota. "Vamos reivindicar o nosso espaço e estamos analisando isso com a bancada. Vamos querer ampliar", afirmou Negromonte. Ele disse que seu partido tem interesse em manter a indicação para o Ministério das Cidades e ainda obter o Ministério da Integração Nacional e o dos Transportes. "O próprio presidente disse que fará uma coisa justa. É óbvio que ele não vai querer a base insatisfeita", disse Negromonte.Segundo o líder, o partido não pensa em deixar a base de apoio. "Não se cogita isso. Não passa pela nossa cabeça sair da base". Ele disse, no entanto, que os partidos aliados vão reclamar se o PMDB tiver muito mais espaço no governo do que os outros partidos da base. "É claro que todo mundo vai gritar. Nós vamos gritar", afirmou.O líder disse que seu partido usará o argumento da proporcionalidade. Segundo ele, se um partido tem uma bancada de 80 deputados e ocupa seis ministérios, o PP com uma bancada de 40 poderá ficar com três. Negromonte afirmou que ainda não há data para o encontro do partido com o presidente Lula, mas que já houve uma sinalização nesse sentido. De acordo com Negromonte, o PP perdeu espaço no governo e quer recuperá-lo. Ele contou que o partido tem uma diretoria da Anvisa, uma do Denatran e outra da Petrobras, além do Ministério das Cidades, mas perdeu o diretor do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) e uma secretaria nacional do Ministério da Saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.