PP promete formalizar apoio a Chinaglia nesta quarta-feira

O líder do PP na Câmara, Mário Negromonte (BA) afirmou que a bancada do seu partido deverá formalizar na quarta-feira seu apoio ao candidato Arlindo Chinaglia (PT-SP), na disputa pela presidência da Câmara.Nesta terça-feira, Negromonte participou de uma reunião com Chinaglia, que também contou a presença de outros deputados do partido e do presidente da legenda, Nélio Dias (RN). Após informar que fez uma consulta informal à bancada do partido, ele disse que "a maioria absoluta" dos deputados está com o petista."Não podemos antecipar, mas a informação que recebi é que a maioria vai me apoiar", afirmou Chinaglia, ao sair do encontro. "Eu trabalho com a possibilidade de apoio". O líder do governo na Câmara também rebateu as declarações feitas na segunda-feira por seu adversário, Aldo Rebelo (PCdoB-SP). O presidente da Câmara havia dito que, enquanto sua campanha era feita em torno de idéia, a do petista era realizada com base em promessas."Não vou entrar nesse nível de disputa", disse Chinaglia. "Só posso dizer que quem afirma isso está trabalhando com irresponsabilidade". O líder do governo na Câmara disse ainda não temer que os deputados não sigam as decisões das bancadas de apoiá-lo. "Prefiro acreditar nos deputados e não colocá-los sob suspeita", afirmou.Terceira viaSobre o lançamento de um terceiro candidato à presidência da Casa, que deve ocorrer ainda nesta terça-feira, Chinaglia disse respeitar qualquer candidatura, mas evitou comentar se um terceiro nome levará a disputa para dois turnos. "Não dá para fazer qualquer estimativa de resultado", afirmou. "Eu não ousaria".O candidato petista alegou estar tranqüilo também quanto à reunião da bancada do PSDB, marcada para a próxima semana, para tratar novamente da sucessão na Câmara. "Não posso opinar sobre o PSDB", disse ele. "Pelas informações que eu tenho, a bancada tem posição consolidada".Na última quinta-feira, depois de consultas por telefone, o líder tucano, Jutahy Júnior (BA), anunciou apoio a Chinaglia, na disputa pela presidência da Câmara. No entanto, o partido deve discutir novamente a questão nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.