PP-MG declara apoio 'irrestrito' a Serra no 2º turno

Menos de 24 horas depois da direção nacional do Partido Progressista (PP) anunciar apoio à candidatura da presidenciável petista Dilma Rousseff neste segundo turno, num almoço realizado na casa do presidente do partido, senador Francisco Dornelles (RJ), e que reuniu lideranças da sigla e a própria candidata, o diretório regional da legenda em Minas Gerais decidiu apoiar "de forma irrestrita" a campanha do tucano José Serra.

ELIZABETH LOPES, Agência Estado

15 de outubro de 2010 | 13h58

O racha no PP é semelhante ao vivido pelo PMDB nessas eleições. O PMDB nacional está com Dilma, mas alguns diretórios importantes, como o de São Paulo, apoiam Serra. O apoio do PP mineiro ao presidenciável tucano foi formalizado em carta encaminhada ao senador Francisco Dornelles, na manhã de hoje.

No comunicado, o presidente estadual do PP de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho, ressalta que o diretório regional da legenda apoia "de forma irrestrita" a candidatura tucana à Presidência da República por manter a coerência de apoio à aliança vitoriosa no Estado, ao lado do governador reeleito Antonio Anastasia (PSDB) e dos senadores eleitos Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS).

"A direção estadual informa que a posição firmada faz parte de uma decisão colegiada", diz o comunicado. A carta é assinada pelo presidente do PP de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, vice-governador eleito e presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, e pelo vice-presidente do PP mineiro, Odelmo Leão, prefeito de Uberlândia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.