André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

PP e PRB anunciam apoio à reeleição de Maia na Câmara

Oito siglas já oficializaram apoio à recondução do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ); eleição está marcada para o dia 2 de fevereiro

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2017 | 14h21

BRASÍLIA - PP e PRB anunciaram oficialmente nesta quinta-feira, 26, que vão apoiar a reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara. O anúncio foi antecipado ao Broadcast Político pelos presidentes dos dois partidos, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB).

Com o apoio de PP e PRB, já são oito os partidos que oficializaram o apoio à recondução de Maia. Nas últimas semanas, PR, PSDB, DEM, PSB, PSD, PCdoB já tinham anunciado que a maioria de suas bancadas votarão no deputado do DEM. Embora ainda não tenha anunciado oficialmente, o PMDB também apoiará a reeleição de Maia, que conta com apoio velado do Palácio do Planalto. 

Em troca do apoio à recondução do atual presidente da Câmara, o PP, que tem a quarta maior bancada, com 46 parlamentares, deve ganhar o direito de indicar o futuro líder do governo na Casa. O nome mais cogitado para o posto é o do atual líder da legenda, o deputado Aguinaldo Ribeirio (PB). Atualmente, o cargo é ocupado pelo deputado André Moura (PSC-SE). 

Além da liderança do Executivo na Câmara, o partido deve indicar o futuro 3º secretário da Mesa Diretora, responsável por autorizar o reembolso com passagens aéreas. Já o PRB, que tem a nona maior bancada, com 22 deputados, terá o comando da Secretaria de Comunicação da Casa. O partido também negocia a indicação de um dos quatro suplentes da Mesa. 

Em nota, o líder do PRB na Câmara, Márcio Marinho (SP), justificou que a "ampla maioria" da bancada decidiu apoiar a reeleição de Maia porque ele reúne "condições para garantir a estabilidade que a Câmara precisa em vista das importantes votações que deverão acontecer nos próximos dois anos". 

A eleição para a presidência e os outros cargos da Mesa Diretora está marcada para o próximo dia 2 de fevereiro. A votação é secreta. Além de Maia, disputa, o posto o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), e o deputado André Figueiredo (PDT-CE), único candidato da oposição. Para vencer a disputa, o candidato deve ter votos da maioria dos parlamentares presentes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.