Filipe Strazzer / Estadao
Filipe Strazzer / Estadao

PP anuncia vice do DEM em chapa para o governo gaúcho nas eleições 2018

Evandro Soares é vereador na cidade de Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre

Filipe Strazzer, O Estado de S.Paulo

18 Julho 2018 | 17h41

PORTO ALEGRE - A coligação composta por PP, DEM, PROS e PSL anunciou nesta quarta-feira, 18, o vereador de Gravataí Evandro Soares (DEM) como pré-candidato a vice na chapa de Luis Carlos Heinze (PP) ao governo gaúcho. Soares está no segundo mandato na Câmara de Vereadores de sua cidade e possui o municipalismo e o esporte como bandeiras. Ele tem 44 anos, é farmacêutico e foi conselheiro do Grêmio.

Soares, que é vice-presidente estadual do DEM, afirmou ao Estado que o convite surgiu em meio à preparação para sua candidatura a uma vaga à Assembleia Legislativa. “Quando surgiu a possibilidade dentro do partido do meu nome ser indicado para compor a chapa majoritária eu prontamente aceitei, por acreditar no Heinze. É um cara que me identifico muito”, disse.

A escolha por um vereador da região metropolitana de Porto Alegre também faz parte de uma agenda municipalista da candidatura, disse Soares. O PP, por exemplo, é o partido com mais prefeituras no Rio Grande do Sul, mas com força concentrada no interior do Estado. “Somos da região metropolitana de Porto Alegre e o Heinze é muito forte no interior. Nossa ideia, assim, é trabalhar em função da municipalização. Por isso, o partido queria colocar um vereador como vice."

Segundo o presidente estadual do DEM, deputado federal Onyx Lorenzoni, Soares é “um grande quadro". Já o presidente estadual do PP, Celso Bernardi, destacou a escolha por um vereador como vice na chapa. “Somos municipalistas e defendemos as cidades como células do desenvolvimento econômico e social do Estado”, disse.

A coligação PP, DEM, PROS e PSL tem - além do deputado federal Luis Carlos Heinze como pré-candidato ao governo gaúcho - a pré-candidatura à reeleição ao Senado de Ana Amélia Lemos (PP). Recentemente, Heinze anunciou seu apoio a Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à Presidência da República.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.