Povo da Páscoa quer os chilenos longe de sua ilha

Dirigentes do Conselho de Anciãos da Ilha de Páscoa pediram ao governo que limite o número de chilenos que resolvem ir morar nessa possessão insular. Querem evitar os ?maus costumes? e o predomínio de gente estranha,?Toda a ilha nos apoia?, garante Erity Teave-Hey, do Conselho, sobre a petição. E acrescente: ?Está chegando gente muito ruim que ameaça nossa cultura. E já temos mais gente do continente do que ilhéus.?A possessão chilena da Ilha de Páscoa, declarada patrimônio da humanidade de 1995, fica no Oceano Pacífico, a mio caminho entre o continente americano e o Taiti. Situada a 4.000 quilômetros a oeste do Chile, tem 3.800 habitantes, que vivem principalmente da renda gerada pelo turismo.Embora não seja uma ilha típica do Pacífico Sul, com praias de areia branca e coqueiros, por ser uma ilha de origem vulcânica, tem atrativos ? as crateras, a pesca, o mar azul ? que levam os chilenos a escolhe-la para morar. A ilha é famosa pelos moais, as enormes estátuas de pedra espalhadas pela ilha.Os ilhéus dependem administrativamente do porto de Valparaíso e aspiram à independência administrativa, com a aprovação de um projeto de lei, pelo Congresso, que a transformaria em território especial, passando a depender diretamente do Executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.