Postos de Saúde de São Paulo estão sem vacina tríplice

Alguns postos de saúde do Estado de São Paulo estão sem a vacina tríplice, que previne contra o tétano, a difteria e a coqueluche. O medicamento, fornecido pelo governo federal, tem chegado com atraso. Além disso, a quantidade disponível é insuficiente para atender à população de algumas cidades, como Presidente Prudente. Segundo a TV Globo, o Ministério da Saúde informou que o problema está relacionado à quebra de um equipamento do fornecedor da vacina. No Estado, são dadas 125 mil doses por mês. O governo do Estado pretende comprar 260 mil doses da vacina para tentar amenizar o problema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.