Post patrocinado contra Dilma rende multa a responsável

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu há pouco aplicar multa no valor de R$ 5 mil ao idealizador da página "Já tirou um voto de Dilma hoje?" no Facebook e determinar que o responsável não realize postagens patrocinadas na rede social.

BEATRIZ BULLA, Estadão Conteúdo

14 de outubro de 2014 | 21h58

De acordo com relator do caso, ministro Tarcísio Vieira de Carvalho, a legislação veda propaganda eleitoral paga na internet no período das eleições e o responsável pela página usou o recurso de postagem patrocinada na rede social.

A coligação da presidente e candidata do PT, Dilma Rousseff, entrou com representação contra o tucano Aécio Neves, a coligação Muda Brasil e o responsável pela página, Daniel Motta. O tribunal decidiu que a representação era improcedente em relação a Aécio e à coligação do tucano, mas reconheceu a responsabilidade de Motta.

Não será necessário retirar a página do ar, pois a veiculação de mensagem eleitoral é permitida em razão da liberdade de expressão, mas o pagamento para que as publicações atinjam maior número de seguidores não pode ser feito. Por ter realizado as postagens patrocinadas, Motta terá que pagar multa de R$ 5 mil.

O TSE não aplicou sanções a Aécio e à coligação Muda Brasil por não verificar relação entre a página e o candidato.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesmultafacebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.