Posse de suplente de Collor pára sessão do caso Renan

A transmissão da reunião da Comissão de Ética do Senado que decide sobre o futuro do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi interrompida porque teve início a sessão plenária com a posse do senador Euclides de Mello (PTB-AL), substituto de Fernando Collor de Mello, de Alagoas. Collor se afastou do Senado por não querer votar no caso Renan Calheiros. A Sessão da Comissão de Ética, que se iniciou pela manhã, teve sua segunda interrupção. A primeira foi por causa do bate boca entre parlamentares, para saber se o voto seria secreto ou não e ainda se valeria os dois relatórios do caso Calheiros. O presidente do Senado é acusado de ter despesas pagas por um lobista da empreiteira Mendes Júnior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.