Posse da nova direção da ABI é suspensa pela Justiça

A posse da chapa eleita em 26 de abril para dirigir a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) entre 2013 e 2016 ocorreria nesta segunda-feira à tarde, mas foi suspensa por uma decisão liminar (provisória) da Justiça do Rio.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

13 de maio de 2013 | 20h05

A ordem judicial foi obtida por integrantes da chapa impedida de concorrer. A eleição ocorreu sub judice, porque o grupo de oposição, liderado por Domingos Meirelles, não conseguiu registrar sua chapa. Assim, a chapa comandada pelo atual presidente, Maurício Azêdo, foi candidata única e obteve 188 dos 201 votos.

Alegando irregularidades no processo eleitoral, a chapa de oposição conseguiu que o resultado da eleição ficasse submetido à aprovação da Justiça. Ainda não houve decisão judicial sobre o resultado. Mesmo assim, cumprindo uma regra do estatuto, Azêdo agendou a posse, que foi suspensa pelo juiz da 8ª Vara Cível do Rio. A entidade deve continuar sendo administrada pela diretoria antiga, até que a Justiça decida sobre a validade da eleição.

Tudo o que sabemos sobre:
ABiposseJustiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.