Porta-Aviões atraca em Santos; FHC está a bordo

O Porta-Aviões "São Paulo" atracou, no início da manhã deste sábado, no Armazém 30 do porto de Santos. A bordo está o presidente Fernando Henrique Cardoso, que participará da cerimônia de transferência do porta-aviões do Setor de Material para o Setor Operativo da Marinha do Brasil. O porta-aviões foi adquirido na França pelo Setor de Material e a transferência para o Setor Operativo faz parte do processo protocolar.O presidente Fernando Henrique não deixará o porta-aviões. A cerimônia de transferência será a bordo. Participam do evento, o governador Geraldo Alckmin e os ministros Pedro Parente (Casa Civil) e Geraldo Quintão (Defesa). A cerimônia de Transferência está prevista para as 10h30. Após a solenidade, FHC segue para seu sítio em Ibiúna, de helicóptero. De acordo com a assessoria do presidente, Fernando Henrique retorna a Brasília na segunda-feira, partindo do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O horário ainda não foi definido. Fernando Henrique chegou ao porta-aviões "São Paulo", também de helicóptero, no final da tarde de ontem. O porta-aviões estava ancorado no Rio de Janeiro e fez esta curta viagem até o porto de Santos para oficializar a troca de setores.O porta-aviões fica até terça-feira no porto de Santos e depois retorna ao Rio de Janeiro. O navio está aberto à visitação pública amanhã e segunda-feira, das 14 horas às 18 horas. O porta-aviões foi adquirido por US$ 12 milhões e vai substituir o antigo porta-aviões "Minas Gerais" na vigilância da área marítima do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.