Popularização ajuda Dilma em pesquisa, diz Vaccarezza

Segundo o líder do governo na Câmara, oposição vem cometendo uma série de erros

Denise Madueño / BRASÍLIA, Agência Estado

23 de junho de 2010 | 17h24

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse hoje que a pesquisa CNI/Ibope revela que a candidata petista Dilma Rousseff cresce à medida que se torna mais conhecida da população. O líder afirmou que é cedo para fazer previsões definitivas, mas defendeu que, cada vez que a população conhece Dilma, a compara com o candidato tucano José Serra e escolhe a petista como a "única que pode consolidar e aprofundar as conquistas do presidente Lula".

 

Veja também:

Dilma diz que resultado 'não substitui o processo eleitoral'

 

Na avaliação de Vaccarezza, Serra vem cometendo uma série de erros. "Serra falou contra o Mercosul, atacou a Bolívia, criticou o Banco Central e a política econômica do presidente Lula. Tudo foi uma derrapagem na linha que ele vinha adotando de não fazer oposição, e agora perdeu o eixo. Em cada lugar, ele é diferente", disse.

 

 

O líder completou afirmando que Serra "derrapou de forma grosseira" quando atacou Dilma acusando-a pelo suposto dossiê que seria preparado contra o tucano. A pesquisa CNI/Ibope, divulgada esta tarde, aponta, pela primeira vez, a candidata do PT à frente do candidato José Serra. Dilma aparece com 40% das intenções de votos, Serra, com 35%, e Marina Silva (PV), com 9%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.