População aprova horário de verão, diz Fipe

A aprovação do horário de verão pelos moradores dos Estados que tiveram os relógios adiantados em uma hora vai levar o governo federal a manter o horário especial no próximo verão. Uma pesquisa feita pela Fipe/USP, encomendada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), informou que 79% dos sete mil moradores em 45 cidades que tiveram o horário de verão são a favor da medida. Os 21% dos entrevistados foram contrários à mudança do relógio.A pesquisa Fipe/USP indicou também que 73% dos entrevistados acharam muito fácil, fácil e razoavelmente fácil a adaptação à alteração do horário. Os 27% dos entrevistados restantes consideram que esta adaptação foi difícil, muito difícil ou não conseguiram se acostumar ao horário determinado pelo governo federal.Outro resultado considerado importante é que 62% dos moradores que responderam os questionários acreditam que o horário de verão deve ser repetido nos próximos anos. Este é o principal argumento que faltava ao governo para decretar novas edições do horário especial. A mesma pesquisa apontou que a população levou em média oito dias para se adaptar à modificação do horário.A Aneel informou que no sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País, os ganhos com o horário de verão foram suficientes para atender a 50% da demanda de eletricidade de uma cidade do porte de São Paulo. Ainda na avaliação da agência reguladora, a economia de energia permitirá adiar os investimentos em infra-estrutura de geração e transmissão de energia equivalentes a R$ 1,6 bilhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.