Pont mantém liderança em novas pesquisas em Porto Alegre

O candidato da Frente Popular (PT-PTN-PMN-PL-PSL-PCB-PC do B), Raul Pont, manteve a liderança na disputa pela prefeitura de Porto Alegre em duas pesquisas de intenção de voto divulgadas nesta segunda-feira. No levantamento do Centro de Estudos e Pesquisas em Administração (Cepa) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ele está com 35,2% da preferência das 625 pessoas entrevistadas no dia 28 de julho. O índice representa um crescimento de 5,4 pontos porcentuais sobre o levantamento anterior, de 22 de junho, quando Pont também estava na frente, com 29,8%. Já o Centro de Pesquisa Correio do Povo (CPCP) ouviu mil eleitores entre 29 e 31 de julho, e Pont teve 29,1% da preferência, índice semelhante ao da pesquisa anterior, de 15 a 17 de julho, quando tinha 29,5%.Na pesquisa do Cepa, feita sob encomenda do jornal Zero Hora, seis dos demais candidatos perderam pontos. José Fogaça (PPS-PTB) caiu de 16,8% para 13,9%; Vieira da Cunha (PDT-PAN), de 10,2% para 9,4%; Jair Soares (PP-PV), de 9,9% para 7,8%; Mendes Ribeiro Filho (PMDB-PSDC-PHS-Prona), de 7% para 6,2%; Beto Albuquerque (PSB-PSC), de 4,6% para 3%; e Onyx Lorenzoni (PFL-PSDB), de 3,4% para 2,7%. A exceção é Vera Guasso (PSTU), que não tinha intenções de voto e agora tem 0,8%. Guilherme Giordano (PCO) continua sem índices a seu favor.A mesma pesquisa simulou oito cenários para o segundo turno. Pont vence em todos. A menor diferença é contra Fogaça, de 42,2% a 33,1%. A maior é contra Giordano, de 49,1% a 12,2%. A pesquisa do dia 28 de julho foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 061/04/161. A de 22 de junho, que também ouviu 625 eleitores, recebeu o número 6/2004. A estimativa de erro máximo para ambas é de quatro pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento do CPCP, para o jornal Correio do Povo, não fez projeções para o segundo turno. Todas as variações ficaram dentro da estimativa de erro máximo de 3,1 pontos porcentuais para mais ou para menos. Além de Pont, quatro candidatos tiveram pequenas quedas em seus porcentuais. São eles: Fogaça (de 16,1% para 16%), Vieira da Cunha (de 13,1% para 12,2%), Soares (de 10,1% para 9,1%) e Mendes Ribeiro Filho (de 7,4% para 6,3%). Outros três concorrentes comemoram pequenas variações positivas. As intenções de voto passaram de 3,1% para 3,7% para Albuquerque, de 2,6% para 3,4% para Lorenzoni, e de 1% para 1,8% para Vera Guasso. E estacionaram em 0,4% para Giordano. A nova pesquisa do CPCP foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 059/04/161. A anterior, que também ouviu mil eleitores e também tinha estimativa de erro máximo de 3,1 pontos porcentuais para mais ou para menos, sob o número 042/161/04.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.