Pomar diz que desafio do PT é manter "casamento" com Lula

O secretário de Relações Internacionais do PT, Valter Pomar, previu nesta segunda-feira que a disputa entre petismo e lulismo será uma dos grandes desafios da legenda nos próximos anos. O importante, segundo ele, é que o PT encontre meios de transformar os seguidos do presidente da República em militantes partidários. Pomar ressaltou que o "casamento" entre petismo e lulismo foi indispensável para as vitórias eleitorais de 2002 e 2006 e o será também para a corrida presidencial de 2010."Temos que transformar as pessoas que aderiram ao Lula em militantes."Em um debate promovido nesta segunda pelo diretório paulista do partido,Pomar cobrou dos militantes um aprendizado com os erros cometidos no passado para evitar problemas no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e viabilizar o projeto petista para o futuro do País. Pomar afirmou que esta nova vitória do presidente Lula é motivo de comemoração, mas insistiu que a legenda não pode deixar de lado os erros que cometeu.O secretário falou ao lado do jornalista Flávio Aguiar da Agência Carta Maior e do vice-presidente da Fundação Perseu Abramo, Ricardo Azevedo. Além da disputa entre petismo e lulismo, Pomar incluiu as disputas com a oposição entre os desafios que terão quer ser enfrentados pela legenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.