Políticos de MG comparecem a velório de Alencar

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), chegou nesta manhã ao Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde ocorre o velório do corpo do ex-vice-presidente José Alencar. Anastasia acompanhou no aeroporto a chegada do corpo e destacou o exemplo que o ex-vice-presidente deixou, não apenas na vida empresarial vitoriosa, mas também na vida política.

LUCIANA NUNES LEAL, MARCELO PORTELA E EDUARDO KATTAH, Agência Estado

31 de março de 2011 | 10h51

O vice-governador mineiro, Alberto Pinto Coelho (PP), destacou o espírito conciliador de Alencar. "Na vida pública, ele sempre se colocou acima das questiúnculas partidárias. Existe uma máxima na política de que adversários não mandam flores, mas políticos virtuosos merecem flores de todos nós", afirmou.

O ex-ministro Patrus Ananias lembrou da época quando era candidato à prefeitura da capital mineira, em 1992, e Alencar, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). "O Alencar quebrou a desconfiança recíproca entre o meu partido e os empresários", contou. "Ele se tornou uma referência e ganhou lugar definitivo na história de Minas Gerais, do Brasil e no coração dos brasileiros. Por isso vai ressuscitar sempre entre nós", completou.

Já o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), destacou que Alencar "foi o grande pêndulo para o centro" da chapa presidencial encabeçada por Luiz Inácio Lula da Silva, vitoriosa em 2002.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.