Políticas econômica e social serão mantidas, diz Mantega

O ministro demissionário do Planejamento e presidente nomeado do BNDES, Guido Mantega, disse nesta manhã que a saída de alguns integrantes do governo pode significar a perda "de alguns companheiros e amigos", mas que as políticas econômica e social estão mantidas. Mantega enfatizou que essas políticas não serão alteradas pela saída de alguns integrantes do governo. "As pessoas mudam, mas não mudam os projetos, as estratégias e as prioridades", disse Mantega ao chegar no Ministério para o encontro com a diretora do Departamento de Assuntos Financeiros do Fundo Monetário Internacional (FMI), Teresa Ter-Minassian.Para Mantega, as alterações na equipe apenas fortaleceram o presidente Lula. Ele disse que não está saindo da equipe econômica, porque o BNDES tem função importante por ser responsável pelo financiamento do desenvolvimento econômico sustentável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.