Jefferson Bernardes
Jefferson Bernardes

Polícia retira 'Pixuleco' gigante do Rio Guaíba, em Porto Alegre

Protesto contra o ex-presidente Lula foi organizado pelo Movimento Brasil Livre e Vem Pra Rua; boneco inflável ficou posicionado em direção ao Tribunal Regional da 4ª Região

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

24 Janeiro 2018 | 13h38

SÃO PAULO – Uma embarcação com um grande ‘Pixuleco’, boneco inflável do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário, foi abordada no Rio Guaíba, em Porto Alegre, na manhã desta quarta-feira, 24, no dia do julgamento do petista.

O barco estava posicionado na mesma direção do Tribunal Regional da 4ª Região e do Anfiteatro Pôr do Sol, onde estão os acampamentos dos movimentos sociais pró-Lula.

O protesto contra o ex-presidente foi organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem pra Rua (VPR). No barco, também havia um cartaz com os dizeres “Lula na cadeia”.

A embarcação foi abordada pela Polícia Militar (PM) gaúcha. A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP) informou que os documentos estavam todos regularizados. O boneco inflável foi removido do barco, ainda pela manhã.

+++ LEIA TAMBÉM: Lula era ‘garantidor de esquema maior’, diz relator

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.