Polícia prende suspeito de matar líder camponês em Rondônia

Ozéias Vicente da Silva, de 34 anos, estava escondido em uma fazenda e se entregou durante a ação policial

Marcela Gonsalves, da Agência Estado

30 de maio de 2011 | 15h50

A polícia prendeu na manhã desta segunda-feira, 30, o suspeito de assassinar o líder camponês Adelino Ramos, o Dinho, que atuava na defesa do meio ambiente na região Norte do País. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança de Rondônia, Ozéias Vicente da Silva, de 34 anos, foi detido por policiais civis em uma fazenda em Vila Extrema onde se escondia. Durante a abordagem policial, o suspeito se entregou por não ter como fugir.

Silva está detido em um quartel da Polícia Militar na cidade de Nova Califórnia, também em Rondônia. O crime, segundo a Secretaria de Segurança, será investigado com a secretaria de Segurança do Amazonas, já que Dinho morava em Lábrea, o município mais desmatado do Estado. Ainda não há detalhes sobre o depoimento de Silva.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Produção do Amazonas, o líder camponês vendia as verduras que produzia quando foi assassinado a tiros. Remanescente do massacre de Corumbiara, Dinho foi executado na manhã da última sexta-feira, 27, em Vista Alegre do Abunã, município situado na divisa de Rondônia, Acre e Amazonas. / Colaborou Liege Albuquerque

Texto atualizado às 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.