Polícia prende dois sem-terra por roubo em Alagoas

A polícia de Alagoas prendeu ontem à noite dois integrantes do Movimento de Libertação dos Trabalhadores Sem-Terra (MSLT), uma dissidência do MST em Alagoas. Eles são acusados de assassinatos, assaltos a ônibus, roubo de cargas e cobrança de pedágio em rodovias alagoanas. José Pedro da Silva, 21 anos, e Cícero Veiga da Silva, 19, foram autuados em flagrante por crimes de roubo e formação de quadrilha. No acampamento dos sem-terra, às margens da BR-101, no município de Joaquim Gomes, a polícia encontrou milhares de caixas de alimentos roubados estocados em baixo das barracas de lona preta. Os policiais acharam também dois revólveres calibre 38 e cinco espingardas do tipo soca tempero. A polícia continua procurando mais três integrantes do bando, cujos nomes são mantidos em sigilo. O governador Ronaldo Lessa disse que não acredita que essas pessoas sejam sem-terra. Para ele, ?são bandidos infiltrados no movimento dos sem-terra?. Os mercadorias apreendidas nos acampamentos do MSLT estão estocadas no depósito da Secretaria Estadual da Fazenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.