Polícia investiga envio de pó verde a embaixadas

A Polícia Federal recolheu ontem envelopes contendo pó esverdeado enviados a 17 embaixadas por um remetente que se identificou como "presidente Luiz Inácio Lula da Silva". O material foi encaminhado ao Instituto Nacional de Criminalística. A primeira suspeita da PF é de trote. Se for constatada substância tóxica ou houver indício do autor, será aberto inquérito.Os envelopes continham o brasão da República e a reprodução da assinatura de Lula. Houve tumulto e o Setor de Embaixadas de Brasília teve a segurança reforçada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.