Polícia indicia 3 vereadores por compra de votos no RS

Três vereadores de Paraíso do Sul, no Rio Grande do Sul, foram indiciados pela Polícia Civil por compra de votos, segundo informações da polícia. Os nomes dos vereadores não foram divulgados. O inquérito foi remetido ontem à Comarca de Cachoeira de Sul, de acordo com a Polícia Civil. Todos os envolvidos responderão ao processo em liberdade.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

22 Maio 2009 | 10h25

Em novembro de 2008, a Justiça Eleitoral repassou à Polícia Civil a investigação sobre o delito, da qual foi informada por denúncia anônima. Foram ouvidas diversas testemunhas, confirmando terem recebido valores ou promessas para que votassem nos candidatos indiciados. O dinheiro teria sido entregue entre dois "santinhos" dos candidatos, em modalidade apelidada na cidade de "sanduichinho". Também foram prometidos jantares (churrascos com cerveja) para moradores da localidade.

Segundo o delegado José Antônio Taschetto Mota, titular da 2ª DP de Cachoeira do Sul e respondendo pela DP de Paraíso do Sul, durante as investigações um homem, amigo e empregado de um dos vereadores, tentou coagir testemunhas a mudarem o depoimento. Ele e o vereador também foram acusados por coação.

Mais conteúdo sobre:
eleições compra de votos indiciamento RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.