Polícia Federal remaneja verbas e impede corte de R$ 3,3 milhões em SP

O corte havia sido ordenado segunda feira, 12, pela Diretoria de Logística da PF, em Brasília

Fausto Macedo e Marcelo Godoy, O Estado de S. Paulo

15 de agosto de 2013 | 21h58

Um remanejamento de verbas de última hora evitou corte de R$ 3,3 milhões no orçamento da superintendência regional da Polícia Federal em São Paulo.

O corte havia sido ordenado segunda-feira, 12, pela Diretoria de Logística da PF, em Brasília, em observância a duas portarias do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, de 30 de julho, dispondo sobre redução dos limites de movimentação e empenho do Poder Executivo para o exercício de 2013.

Para atender a orientação do governo, a diretoria de Logística da PF rateou o valor do corte para as unidades gestoras da instituição.

Em comunicado endereçado à chefia da PF/SP, na segunda-feira, a diretoria de Logística determinou o cancelamento de empenhos de diárias operacionais e passagens "impreterivelmente até as 10 horas do dia 13 de agosto".

O corte no caixa da PF/SP batia em R$ 3,3 milhões, o que afetaria diretamente investigações e operações.

Nesta quinta-feira, 15, a direção geral da PF informou que fez um remanejamento de verbas para contornar o problema, garantindo a continuidade dos serviços relativo às investigações.

"O corte durou apenas 24 horas", destacou a cúpula da PF.

A medida permitiu que a PF em São Paulo já recebesse todo o dinheiro relativo ao orçamento da unidade até o final do ano.

Segundo o delegado Amaury Portugal, presidente do Sindicato dos Delegados da PF em São Paulo, os cortes atingem a instituição em outras regiões. Em sua avaliação, os gastos elevados do governo com grandes eventos, como Copa do Mundo/2014, estão provocando  o contingenciamento e poderão afetar as atividades da corporação.

A direção geral da PF informou que "vem realizando gestões junto ao Ministério da Justiça e à Secretaria de Orçamento Federal no sentido de buscar alternativas que minimize o impacto estabelecido pelo contingenciamento".

Tudo o que sabemos sobre:
Polícia FederalPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.