Polícia Federal prende fiscal do INSS por extorsão

A Polícia Federal informou que prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira o fiscal do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) Fernando Alberto de Oliveira. Segundo a PF, ele recebia a segunda parcela da propina que havia exigido do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgica, Mecânica e Material Elétrico de São Paulo quando foi preso pela polícia junto com o despachante José Carlos Fernandes.Ainda de acordo com a Polícia Federal, após o fiscal autuar o sindicato em R$ 6 milhões por irregularidades, o despachante teria proposto reduzir a autuação para R$ 863.174,73, em troca de uma propina de R$ 350 mil. A primeira parcela de R$ 100 mil foi paga no dia 24 de fevereiro e os R$ 250 mil restantes seriam pagos hoje. Os dois foram presos por crime de concussão (extorsão por funcionário público) no momento da entrega do valor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.