Polícia Federal prende fiscal do INSS por extorsão

A Polícia Federal informou que prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira o fiscal do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) Fernando Alberto de Oliveira. Segundo a PF, ele recebia a segunda parcela da propina que havia exigido do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgica, Mecânica e Material Elétrico de São Paulo quando foi preso pela polícia junto com o despachante José Carlos Fernandes.Ainda de acordo com a Polícia Federal, após o fiscal autuar o sindicato em R$ 6 milhões por irregularidades, o despachante teria proposto reduzir a autuação para R$ 863.174,73, em troca de uma propina de R$ 350 mil. A primeira parcela de R$ 100 mil foi paga no dia 24 de fevereiro e os R$ 250 mil restantes seriam pagos hoje. Os dois foram presos por crime de concussão (extorsão por funcionário público) no momento da entrega do valor.

Agencia Estado,

03 de março de 2006 | 20h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.