Polícia Federal indicia ex-tesoureiro do PL por sonegação

A Polícia Federal indiciou, nesta quarta-feira, o ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas por sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. Ele consta da lista de sacadores de recursos das empresas do empresário mineiro Marcos Valério Fernandes de Souza, considerado o operador do mensalão e do caixa 2 do PT. O ex-tesoureiro teria sacado R$ 1,3 milhão dessas contas.Lamas já havia prestado depoimento anteriormente, quando confirmou o recebimento do dinheiro, mas não apresentou nenhum documento relativo ao uso desse dinheiro. Hoje, ele foi chamado para comprovar os gastos, mas não apresentou provas, sendo indiciado.A Polícia Federal aguarda o original da lista de caixa 2 de Furnas, que o lobista Nilton Monteiro prometeu entregar a qualquer momento. A lista, cuja autenticidade ainda não está confirmada, contém nomes de 156 políticos. A maioria deles do PSDB e do PFL, que teriam recebido doações ilegais na campanha de 2002. O esquema que teria sido operado pelo então diretor de Furnas Dimas Toledo, que nega o fato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.