Polícia Federal deporta 36 bolivianos clandestinos

A Polícia Federal deportou hoje 36 bolivianos que tinham entrado clandestinamente no Brasil pela Ponte da Amizade, na fronteira com o Paraguai. Eles foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal na BR-227, quando ocupavam um ônibus utilizado por sacoleiros. Somente este ano já foram detidos 74 bolivianos que pretendiam trabalhar ilegalmente no País.Segundo o delegado da PF, Mário Luís Oliveira dos Santos, eles tinham como destino a cidade de São Paulo. Alguns teriam admitido que pretendiam trabalhar, afirmando inclusive que já tinham emprego garantido. Outros tentaram despistar, dizendo que iriam visitar familiares. "É atitude atentatória aos interesses nacionais, uma vez que vêm trabalhar de forma ilegal no País", disse.Santos afirmou que normalmente eles passam sozinhos pela ponte, a pé, em veículos coletivos ou escondidos em vans. Em Foz do Iguaçu reúnem-se e conseguem carona em carros de sacoleiros ou fretam ônibus. Segundo o delegado, o desafio é encontrar os agenciadores deles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.