Polícia européia desmantela rede de abuso infantil

Em uma operação realizada simultaneamente em sete países europeus, a polícia desmantelou hoje uma rede de pornografia e abuso infantil conhecida como "Irmandade das Sombras", detendo 50 pessoas e apreendendo equipamentos de computador, CD-ROMs e vídeos, informaram autoridades.Policiais descreveram as imagens criadas e distribuídas pelo grupo como das mais chocantes já vistas por eles. Membros da rede supostamente veiculavam na Internet imagens ao vivo de crianças - inclusive bebês - sendo sexualmente violentadas e torturadas."Em relação ao material que eles divulgavam, é o pior grupo que eu já vi", disse o detetive-chefe da Unidade Nacional de Crime Tecnológico da Grã-Bretanha, Len Hynds, que coordenou as investigações que levaram ao desmantelamento do grupo. Hynds trabalhou durante um ano com a polícia européia, a Europol."Este grupo estava usando mecanismos tecnológicos altamente sofisticados. É um nível de sofisticação de que ainda não tínhamos conhecimento", afirmou Hynds.Segundo a Europol, detenções foram realizadas na Alemanha - onde 31 suspeitos foram detidos -, Bélgica, Grã-Bretanha, Itália Holanda, Espanha e Suécia. A polícia britânica informou que o grupo fora criado há dois anos e possui membros também nos Estados Unidos, Canadá, Dinamarca, Romênia e Suíça.Centenas de policiais invadiram as casas dos suspeitos hoje pela manhã e apreenderam dezenas de computadores, vídeos e CDs contendo imagens obscenas. A polícia também contactou 62 provedores de Internet, exigindo que eles removessem material de 244 sites.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.