Polícia divulga imagens de negociação com Fernando

A Polícia Militar divulgou, no final da manhã, as imagens feitas durante as negociações entre a Polícia Militar e o seqüestrador Fernando Dutra Pinto na casa do empresário e apresentador Silvio Santos, na última quinta-feira. O comandante do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), capitão Lucca, disse que ação do governador de São Paulo e a tranqüilidade do empresário foram fundamentais para que não ocorresse nenhuma tragédia."O empresário Silvio Santos, por muitas vezes, queria falar com o secretário de Segurança e até com o governador. Nós seguramos um pouco esse desejo", ressalvou o capitão do Gate. "Mas, depois, houve a pré-disposição do governador de ir até o local, se isso fosse fundamental para a resolução para a resolução da crise. Nós aproveitamos essa pré-disposição positiva do governador e usamos como um argumento forte para poder acabar aquela crise. O fato é que, depois de 15 minutos da chegada do governador, a crise estava resolvida."O capitão Lucca acredita que o governador não chegou a correr perigo quando ficou bem próximo do seqüestrador. "O risco foi totalmente calculado. Passou pelo crivo do Comitê de Crise. O governador foi protegido por policiais do Gate com escudos balísticos."As imagens divulgadas pela polícia mostram os minutos finais do seqüestro, quando os negociadores da Polícia Militar pedem que o seqüestrador fique calmo e não tente abrir a porta sem avisar. O governador Geraldo Alckmin aparece, protegido por escudos dos PMs, e conversa com o seqüestrador por uma porta fechada. Alckmin garante a Fernando que nada acontecerá com ele. Logo depois, a porta é aberta e Silvio Santos sai, seguido de Fernando, que estava algemado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.