Polícia deteve 23 manifestantes em Salvador

Vinte e três pessoas - a maioria, segundo a Polícia Militar, menor de 18 anos - foram detidas, na tarde de hoje, durante uma manifestação que acabou em atos de vandalismo no centro de Salvador (BA).

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

07 de setembro de 2013 | 21h58

Dois ônibus do sistema de transporte público foram apedrejados, um sofreu uma tentativa de incêndio, que não se espalhou pelo veículo, uma agência do Banco do Brasil teve a fachada de vidro destruída e houve depredação de pontos de ônibus, placas de sinalização e banheiros químicos no bairro de Nazaré.

A manifestação, chamada Operação Sete de Setembro, convocada pelas redes sociais, reuniu cerca de 300 pessoas, das mais de 11 mil que haviam confirmado presença pela internet.

A passeata começou com 50 minutos de atraso, às 14h50, e, segundo a programação, seguiria da Praça do Campo Grande ao Dique do Tororó, passando pela Arena Fonte Nova. Os manifestantes, muitos deles com os rostos cobertos, porém, encontraram uma barreira da Tropa de Choque da PM nas proximidades do estádio e teve início o confronto. Foram disparadas bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo antes de a manifestação ser dispersada.

Tudo o que sabemos sobre:
7 de setembroprotestosdetidosSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.