Polícia de Praia Grande prende acusado de pedofilia

O pai-de-santo Luiz Carlos dos Santos, conhecido como Neguinho de Obaluaiê, de 30 anos, foi preso na tarde de quarta-feira, no bairro de Tude Bastos, em Praia Grande, litoral sul de São Paulo, acusado de pedofilia contra os menores R., de 12 anos, e T., de 10, que havia recolhido em sua residência. Neguinho de Obaluaiê ainda tentou fugir da prisão temporária, determinada pelo juiz Edegar de Sousa Castro, da 4ª Vara Criminal, com base em denúncia formulada pelos próprios garotos, no dia 28 de novembro. O acusado negou a acusação, afirmando que acolheu os menores em sua casa, porque os dois não tinham residência fixa e viviam na rua. Segundo informou, um dos meninos era seu afilhado e ele estaria atendendo a um pedido dos familiares para que cuidasse de ambos. Preso na Cadeia Pública da Vila Tupi, o pai-de-santo aguarda transferência para o Dacar-10, na Vila Mirim. Se for condenado por atentado violento ao pudor, o acusado poderá cumprir pena de seis a dez anos de reclusão (artigo 214 do Código Penal).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.