Polícia Civil será o principal desafio

Análise: Marcelo Godoy e Bruno Tavares

Bruno Tavares e Marcelo Godoy, de O Estado de S.Paulo ,

16 Dezembro 2010 | 23h01

SÃO PAULO - O principal desafio do secretário Antônio Ferreira Pinto será a Polícia Civil. O governo teme a repetição em 2011 do movimento de reivindicações dos policiais que levou à greve dos delegados e investigadores e ao confronto às portas do Palácio dos Bandeirantes com a tropa de choque da PM. Um plano para desatar esse nó está em gestação. A solução estaria em um aumento salarial e na promoção de jovens delegados a classe especial, a fim de arejar o conselho da Polícia Civil.

 

Ferreira Pinto é um exemplo raro de sobrevivência política. Tornou-se secretário da Administração Penitenciária no governo de Cláudio Lembo (DEM) em meio aos ataques do PCC, em 2006. Com a eleição de José Serra, todos pensavam que ia para casa. Não só ficou, como assumiu a Segurança Pública. A pasta estava sacudida por denúncias de corrupção que atingiam o próprio gabinete. Foi cotado para assumir o futuro Ministério da Segurança em uma Presidência Serra. A derrota eleitoral deste parecia seu fim. Mas o balanço de sua gestão tornava difícil uma mudança. Seu passado garantiu a permanência. Mas sua sobrevivência dependerá de como resolver os antagonismos entre as polícias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.