Polícia Civil/AFP
Polícia Civil/AFP

Polícia Civil e MPRJ faz operação em endereços de Ronnie Lessa e ex-vereador

Ação contra acusado de matar Marielle Franco e seu motorista faz parte de investigação sobre duplo homicídio ocorrido em 2014

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

09 de setembro de 2020 | 12h33

RIO - A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio (MPRJ) realizaram uma operação de busca e apreensão nesta quarta-feira, 9, em endereços ligados ao PM reformado Ronnie Lessa e ao ex-vereador Cristiano Girão (sem partido). Os dois são investigados por um duplo homicídio ocorrido em 2014.

Ronnie Lessa já está preso acusado de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes. O caso investigado agora não teria relação com esse crime.

A operação desta quarta tenta elucidar o assassinato do do ex-policial militar André Henrique da Silva Souza e da companheira dele, Juliana Sales de Oliveira. O crime aconteceu na Gardênia Azul, na zona oeste do Rio. André Henrique era apontado como um dos líderes de uma milícia que atua na região, e sua morte teria sido motivada por disputa territorial.

O Estadão tenta contato com a defesa dos acusados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.