PMs em greve ocupam mais um quartel em Salvador

O governo baiano obteve um mandado de reintegração e posse dos quartéis do 5º, do 8º e do 16º batalhões da Policia Militar, ocupados por grevistas há seis dias, mas hoje uma quarta unidade da corporação, o 18º, responsável pelo policiamento do centro histórico de Salvador, foi tomado pelos rebelados. Com o mandado judicial em mãos, o governador César Borges (PFL-BA) pode acionar o Exército e a Tropa de Choque da PM (que não aderiu ao movimento) para desocupar os quartéis. Mas, temendo um confronto sério, já que os policiais militares em greve estão armados, o governo tem incentivado o diálogo, embora não esteja disposto a ceder. O comando da PM passou a madrugada negociando com grevistas, sem chegar a um acordo. A revisão das 68 demissões, a soltura dos dois líderes da greve e um piso salarial de R$ 1,2 mil (100% de aumento), as três reivindicações básicas dos grevistas até o momento, não foram atendidas pelo governo, que oferece apenas 14% de aumento e o estudo, caso a caso, das exonerações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.