PMDB vai indicar Tebet para o lugar de Jader

A cúpula do PMDB decidiu indicar o nome do ministro da Integração Nacional, Ramez Tebet (MS), como candidato do partido à sucessão do senador Jader Barbalho (PA) no cargo de presidente do Senado, na reunião da bancada do partido naquela casa marcada para hoje, às 19 horas. A escolha de Tebet, que deverá deixar o ministério e retomar sua cadeira no Senado, foi feita depois do impasse surgido em torno da candidatura do senador José Sarney (AP). A expectativa dos senadores do PMDB é que o PFL aceite a indicação, uma vez que o próprio presidente do partido, senador Jorge Bornhausen (SC), não teria apontado objeções quando o nome de Tebet foi incluído na lista dos prováveis sucessores de Barbalho, na semana passada. Mas, se prevalecer a decisão de hoje de manhã do PFL, a bancada do partido ainda vai reunir-se para aceitar ou não o nome indicado pelo PMDB. Se o candidato fosse Sarney, seria automaticamente homologado pelo PFL.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.