PMDB teria sondado Delfim para assumir Agricultura

Na busca de um novo nome para assumir o Ministério da Agricultura no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PMDB teria sondado o ex-deputado federal Antônio Delfim Netto (SP), que rejeitou uma possível indicação.Em 1979, durante o governo do presidente João Figueiredo, Delfim chegou a ser o titular da pasta da Agricultura. Antes, nos governos Costa e Silva e Médici, o ex-deputado federal comandou o Ministério da Fazenda.O PMDB corre para indicar um novo nome para a Agricultura, dois dias depois de Odílio Balbinotti (PR) ter desistido do ministério por causa de denúncias que pesam contra ele. O partido deve indicar nesta segunda-feira, 19, o deputado Waldemir Moka (MS) para o posto.Além de Moka e de Balbinotti, outros três nomes figuram na lista entregue a Lula pelo presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP): Tadeu Filippelli (DF), Eunício Oliveira (CE) e Fernando Diniz (MG). Reinhold Stephanes e Valdir Colatto (SC) sempre correram por fora.Apesar de ser o preferido da cúpula e da bancada ruralista, Moka enfrenta resistências de uma ala do partido. No início da CPI dos Sanguessugas, seu nome apareceu em uma das planilhas da família Vedoin, que chefiava o esquema da máfia das ambulâncias.Para essa ala, o ideal seria a nomeação do deputado Reinhold Stephanes (PMDB-PR), ex-ministro da Previdência no governo de Fernando Henrique Cardoso. No Planalto, porém, há mais restrições a Stephanes do que a Moka, por causa de sua ligação com o ex-presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.