PMDB teria comprado adesão de deputados

Gravações de conversas telefônicas entre os deputados federais José Lourenço e Jonival Lucas Junior, divulgadas este fim de semana, sugerem que o líder do PMDB na Câmara, deputado Geddel Vieira Lima (BA), teria comprado filiações de políticos para o partido. Nas conversas, os dois parlamentares, que trocaram o grupo político de Antonio Carlos Magalhães pelo PMDB no final do ano passado, reclamam de atrasos no pagamento e ameaçam deixar o partido sem devolver a parte que já teriam recebido. Em outro telefonema, o líder Geddel Vieira Lima é chamado de "agatunado" pelo ex-deputado Jonival Lucas. Em outro momento, Jonival Lucas reclama ao filho que o PMDB baiano quer pagar em parcela, e o deputado Jonival Junior completa: "E não cumprem os prazos." Numa quarta conversa, desta vez entre José Lourenço e Jonival Lucas, o ex-deputado insinua que Geddel cobra uma comissão de 20% para liberação de verbas. "São ladrões", concorda José Lourenço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.