PMDB-RS libera filiados para escolher presidenciável

O PMDB do Rio Grande do Sul confirmou que seus filiados estão liberados para escolher o candidato à Presidência da República que melhor se enquadrar na visão política de cada um. "Não vamos fazer campanha à presidência da República se não temos candidato", justificou o presidente da sigla no Estado, Pedro Simon, ao mesmo tempo em que conclamou o partido a trabalhar unido pela eleição de José Fogaça ao governo do Estado e de Germano Rigotto ao Senado. A decisão do PMDB gaúcho foi tomada hoje, em reunião de lideranças realizada em Porto Alegre

ELDER OGLIARI, Agência Estado

26 de agosto de 2010 | 19h49

O palanque do PMDB era cobiçado tanto por Dilma Rousseff (PT) quanto por José Serra (PSDB), candidatos à Presidência da República. Os peemedebistas gaúchos estão divididos. A maioria dos deputados federais e estaduais está com Serra. Um grupo de prefeitos, que diz ser maioria, anuncia ato de apoio à chapa da petista - com Michel Temer, do PMDB, de candidato a vice - para a semana que vem.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010PMDBRSfiliadosapoio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.